Ponte Hercílio Luz, em Florianópolis, é reaberta após quase 30 anos interditada

Interditada desde julho de 1991 devido ao risco de colapso da estrutura, a Ponte Hercílio Luz, que liga Florianópolis (SC) ao continente, voltou a ser reaberta ontem(30) para pedestres e ciclistas. Com apresentações de artistas locais e outras atrações, a reabertura parcial do famoso cartão-postal catarinense atraiu milhares de curiosos e autoridades.

 

Dirigindo um Fusca 1970, o governador Carlos Moisés (PSL) abriu o desfile que reuniu mais de 170 carros antigos que atravessaram a ponte esta manhã. Também a Polícia Militar de Santa Catarina prestou uma homenagem especial: policiais que dirigiam alguns dos carros históricos e que patrulhavam as imediações usaram uma farda idêntica à usada no dia inauguração da ponte, em 13 de maio de 1926.

 

Em conta oficial do governo de Santa Catarina no Twitter, assessores chegaram a comentar que “a praia mais movimentada de Floripa, hoje, se chama Ponte Hercílio Luz”, tal o afluxo de pessoas que o evento atraiu. O governador Carlos Moisés explicou que a obra só deverá estar concluída daqui a, no mínimo, dois meses.

 

Governo de SC

@GovSC

E segue o desfile… O modelo mais credenciado é o FUSCA. A década com maior número de carros credenciados é 1970; seguida da década de 1960 e 1980. A década com menor número de carros credenciados é a de 1940. 🚘 

Ver imagem no Twitter
Veja outros Tweets de Governo de SC

 

Segundo a assessoria do governo catarinense, o serviço iniciado em 2006 (e assumido pela atual empresa em 2016, após sucessivos problemas com as construtoras anteriormente contratadas) está cerca de 95% concluído, faltando alguns “ajustes” e reparos.

 

“Em março, nós, de fato, reinauguraremos, definitivamente, esta obra, já com a iluminação cênica que vai transformar o visual desta ponte”, disse Moisés durante a cerimônia de reabertura da ponte.

 

Até o dia 5, apenas pedestres e ciclistas poderão atravessar a ponte. Durante este período, o local abrigará uma extensa programação para celebrar a reabertura da ponte. Ao todo, serão sete dias de shows de samba, rock, pop, sertanejo e MPB, além de outras atrações culturais, esportivas e gastronômicas.

 

A partir do dia 13, a prefeitura deve liberar a passagem das primeiras linhas de ônibus e para outros veículos a serviço de órgãos públicos. A previsão inicial é que o tráfego de carros particulares seja liberado após uma breve fase de avaliação da estrutura.

 

Fonte: Agência Brasil

Estudo aponta que consumo de pescado do Estado de Pernambuco é seguro

O governo de Pernambuco informou ontem (30) que um estudo realizado por pesquisadores de três universidades confirmou a segurança para o consumo de 17 espécies de peixes pescados ao longo do litoral do estado, além de várias espécies de frutos do mar. Segundo a secretaria estadual de Desenvolvimento Agrário, em seu relatório final, os especialistas liberam o consumo inclusive do xaréu e do sapuruna, cuja ingestão, por segurança, tinha sido temporariamente desaconselhada em decorrência das manchas de óleo que apareceram no litoral do estado a partir do mês de agosto.

 

Foram analisadas 150 amostras de peixes e frutos do mar coletados por pescadores artesanais em dez localidades litorâneas pernambucanas, definidas pelo grupo técnico formado por especialistas das universidades Federal Rural de Pernambuco (UFRPE), Federal de Pernambuco (UFPE) e Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-RJ), além de servidores do Instituto Agronômico de Pernambuco (IPA).

 

Os lotes de peixes e frutos do mar analisados foram coletados em praias e estuários de Cabo de Santo Agostinho, Canal de Santa Cruz, Ipojuca, Itamaracá, Itapissuma, São José da Coroa Grande, Sirinhaém e Tamandaré, Pina e Ilha de Deus. Foram avaliadas 17 espécies de peixes (ariocó, bagre, boca torta, budião, cação preto, carapeba, cavala, cioba, coró, guaiuba, manjuba, sapuruna, sauna, saramunete, serra, tainha e xaréu), duas de camarão (camarão rosinha e sete barbas), além de siri, aratu, ostra, marisco e sururu.

 

Anteriormente, os acadêmicos tinham recomendado a suspensão temporária do consumo do xaréu e do sapuruna, duas espécies cujas análises preliminares apontaram níveis de hidrocarbonetos policíclicos aromáticos (compostos presentes no óleo) acima do limite definido pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). Segundo o governo pernambucano, as novas amostras foram coletadas nos mesmos locais que as anteriores. E, desta vez, “apresentaram índices seguros para o consumo humano”.

 

“Nossos pescados estão seguros”, afirma o secretário de Desenvolvimento Agrário de Pernambuco, Dilson Peixoto em nota divulgada no site do governo estadual. A coleta e a análise dos pescados integra o plano de ação do governo pernambucano para avaliar e monitorar o impacto do derramamento de óleo no litoral do Estado, tanto em relação à qualidade da água nas praias como em relação ao consumo dos pescados.

 

Na nota divulgada ontem, Peixoto assegura que os órgãos responsáveis continuarão acompanhando a situação da pesca artesanal no estado.

 

Agência Brasil não conseguiu contato com representantes da secretaria estadual, nem das universidades, para checar por quanto do consumo de pescado estadual a pesca artesanal das dez localidades escolhidas responde.

 

Fonte: Agência Brasil

Censo Escolar: cresce número de matrículas na creche e na pré-escola

O número de matrículas na creche e na pré-escola cresceu este ano na comparação com 2018, segundo dados do Censo Escolar divulgados hoje (30) pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep). O levantamento, que foi publicado no Diário Oficial da União, traz os dados referentes ao número de alunos matriculados em escolas públicas, abrangendo todas as etapas de ensino (da creche ao ensino médio). A divulgação das informações completas do Censo Escolar está prevista para o final de janeiro.

 

O censo mostra um aumento de 4,24% no número de matrículas em creches (crianças de 0 a 3 anos), que passou de 2.333.277, em 2018, para 2.433.216, em 2019. Ao todo, foram abertas 98.939 vagas nesta etapa de ensino. Na pré-escola, houve aumento de 0,75% no número de matrículas na comparação entre 2018 e 2019. Foram abertas 29.636 vagas, passando de 3.915.699 para 3.945.335. A quase totalidade das matrículas no ensino infantil se concnetra em instituições municipais.

 

Fundamental e médio

 

Em relação aos ensinos fundamental e médio, o Censo Escolar aponta uma queda no número de matrículas em escolas públicas, fenômeno que vem se repetindo nos últimos anos. Segundo os dados divulgados nesta segunda-feira, foram matriculados 6.192.819 alunos no ensino médio em 2019, contra 6.462.124 no ano anterior, uma redução de 4,34%.

 

Apesar da redução, houve melhora nas escolas de tempo integral, que passou de 9,2% para 10,6% do total de matrículas na última etapa do ensino básico em instituições públicas. No ensino integral, os estudantes podem, com mais tempo na escola, ter acesso a atividades culturais, esportivas, além de conteúdos de comunicação, saúde, entre outros.

 

No ensino fundamental, que vai do 1º ao 9º ano, o número de alunos matriculados em 2019 caiu 1,62% em relação a 2018, passando de 21.760.831 de alunos para 21.413.391. Desse total, quase 11% foram para o ensino integral.

 

Ampliar a educação em tempo integral nas escolas é uma das metas do Plano Nacional de Educação (PNE), lei que estabelece parâmetros para melhorar a qualidade da educação brasileira. Uma das metas do PNE é oferecer educação em tempo integral em, no mínimo, 50% das escolas públicas, de forma a atender, pelo menos, 25% dos alunos da educação básica até 2024.

EJA

 

O Censo Escolar também trouxe dados sobre o número de alunos matriculados na Educação de Jovens e Adultos (EJA), modalidade presencial, que também diminuiu, passando de 2.878.165 de alunos em 2018 para 2.625.462 em 2019, uma redução de 9,6%.

 

Fonte: Agência Brasil

Limite de juros para cheque especial começa a valer no dia 6 de janeiro

Modalidade de crédito com taxas que quadruplicam uma dívida em 12 meses, o cheque especial terá juros limitados a partir da próxima segunda-feira (6 de janeiro). Os bancos não poderão cobrar taxas superiores a 8% ao mês, o equivalente a 151,8% ao ano.

 

A limitação dos juros do cheque especial foi decidida pelo Conselho Monetário Nacional (CMN) no fim de novembro. Os juros do cheque especial encerraram novembro em 12,4% ao mês, o que equivale a 306,6% ao ano.

 

Ao divulgar a medida, o Banco Central (BC) explicou que o teto de juros pretende tornar o cheque especial mais eficiente e menos regressivo (menos prejudicial para a população mais pobre). Para a autoridade monetária, as mudanças no cheque especial corrigirão falhas de mercado nessa modalidade de crédito.

 

Conforme o BC, a regulamentação de linhas emergenciais de crédito existe tanto em economias avançadas como em outros países emergentes. Segundo a autoridade monetária, o sistema antigo do cheque especial, com taxas livres, não favorecia a competição entre os bancos. Isso porque a modalidade é pouco sensível aos juros, sem mudar o comportamento dos clientes mesmo quando as taxas cobradas sobem.

 

Tarifa

 

Para financiar em parte a queda dos juros do cheque especial, o CMN autorizou as instituições financeiras a cobrar, a partir de 1º de junho, tarifa de quem tem limite do cheque especial maior que R$ 500 por mês. Equivalente a 0,25% do limite que exceder R$ 500, a tarifa será descontada do valor devido em juros do cheque especial.

 

Cada cliente terá, a princípio, um limite pré-aprovado de R$ 500 por mês para o cheque especial sem pagar tarifa. Se o cliente pedir mais que esse limite, a tarifa incidirá sobre o valor excedente. O CMN determinou que os bancos comuniquem a cobrança ao cliente com 30 dias de antecedência.

 

Brasília - Agências do Banco do Brasil vão funcionar de tarde por causa do jogo da seleção
BB insentará clientes de tarifa sobre cheque especial em 2020. (Marcelo Camargo/Agência Brasil)

 

No último dia 23, o Banco do Brasil anunciou que dispensará os clientes da tarifa em 2020. Segundo a instituição financeira, a isenção tem como objetivo fortalecer a relação com os clientes.

 

Fonte: Agência Brasil

Nesta terça-feira encerra-se o prazo para confirmação, via internet, da pré-matrícula na Rede Estadual de Ensino

Termina nesta terça-feira (31) a primeira etapa da pré-matrícula na Rede Estadual de Ensino (REE).  Como nos anos anteriores, estudantes com mais de 18 anos, pais e/ou responsáveis podem preencher os formulários via internet, tirar dúvidas pelo telefone e também comparecer no espaço físico da Central de Atendimento, em Campo Grande.

 

A primeira etapa da pré-matrícula servirá para que os interessados possam garantir as vagas nas unidades escolares assinaladas como “1ª opção”, entre as 357 que fazem parte da Rede, direto pelo sistema do portal de matrículas da SED, que pode ser acessado pelo link: www.matriculadigital.ms.gov.br. Em caso de dúvidas, a Central de Matrículas da REE também atende pelo 0800-647-0028.

 

Em Campo Grande, caso os interessados encontrem alguma dificuldade para a conclusão do processo, a Central de Matrículas também realiza atendimentos no próprio espaço físico, localizado no prédio anexo à EE Hercules Maymone, na rua Joaquim Murtinho, 2.612, no bairro Itanhangá Park. O horário de funcionamento é das 7h30 às 11h30, no período matutino, e das 13h30 às 17h30.

 

Novidades

 

Neste período de pré-matrícula, os interessados poderão contar com o incremento na oferta do Ensino Médio em Tempo Integral (EMTI) em diversas regiões do Estado. A partir do próximo ano, a REE contará com 42 unidades escolares com essa modalidade em 22 municípios – alguns com mais de uma escola.

 

Estão disponíveis para escolha escolas com o EMTI nos municípios de Aquidauana, Amambai, Anastácio, Bela Vista, Caarapó, Camapuã, Campo Grande, Cassilândia, Corumbá, Coxim, Dourados, Jardim, Maracaju, Miranda, Naviraí, Nova Alvorada do Sul, Nova Andradina, Paranaíba, Ponta Porã, Ribas do Rio Pardo, Sidrolândia e Três Lagoas.

 

Outra novidade que está à disposição é a possibilidade de escolher entre as unidades escolares que trabalham com o Programa Nacional das Escolas Cívico-Militares (Pecim), do Governo Federal. Na Rede Estadual serão duas escolas, ambas de Campo Grande, nos bairros Anache e Los Angeles.

 

A primeira, EE Alberto Elpídio Ferreira Dias – prof. Tito, em fase final de construção, vai colocar em prática uma proposta desenvolvida em parceria com o Corpo de Bombeiros Militar de Mato Grosso do Sul (CBMMS). Já a segunda, EE Marçal de Souza Tupã-y, vai trabalhar com parceria da Polícia Militar de MS (PMMS).

Confira o calendário de sorteios do programa Nota MS Premiada do Governo

A Secretaria de Estado de Fazenda de Mato Grosso do Sul (Sefaz-MS) divulgou  ontem (30) o calendário de sorteios do programa Nota MS Premiada, que vai distribuir a partir de fevereiro de 2020 prêmios de R$ 300 mil líquidos de imposto de renda para consumidores que exigirem o CPF na nota fiscal de bens e mercadorias.

 

Compras a partir de R$ 1 já podem participar do sorteio, que será sempre no mês posterior à emissão da nota fiscal. Ou seja, documentos autorizados em um respectivo mês concorrerão no mês seguinte. A impressão das dezenas para sorteio dentro do Nota MS Premiada começa em janeiro de 2020, sendo obrigatória a partir de 1° de fevereiro.

 

Os sorteios serão realizados com dezenas da Mega-Sena, da Caixa Econômica Federal. Não havendo sorteio do concurso da Mega-Sena no dia especificado devem ser utilizadas as dezenas sorteadas no concurso da Mega-Sena imediatamente seguinte.

 

O consumidor pode acompanhar todo o processo pelo site www.notamspremiada.ms.gov.br.

 

Período de Apuração

Data do Sorteio da Mega-Sena

Janeiro de 2020

29 de fevereiro de 2020

Fevereiro de 2020

28 de março de 2020

Março de 2020

29 de abril de 2020

Abril de 2020

30 de maio de 2020

Maio de 2020

27 de junho de 2020

Junho de 2020

29 de julho de 2020

Julho de 2020

29 de agosto de 2020

Agosto de 2020

30 de setembro de 2020

Setembro de 2020

31 de outubro de 2020

Outubro de 2020

28 de novembro de 2020

Novembro de 2020

30 de dezembro de 2020

Dezembro de 2020

30 de janeiro de 2021

 

 

Continue reading “Confira o calendário de sorteios do programa Nota MS Premiada do Governo”

Presença efetiva na fronteira, DOF registra apreensões recordes de drogas em 2019

Com quase 500 quilos de maconha apreendidos ontem(30), o Departamento de Operações de Fronteira (DOF), responsável pelo policiamento ostensivo e pela repressão imediata aos crimes transfronteiriços nos 51 municípios do Estado de Mato Grosso do Sul que compõem a linha e faixa de fronteira, atinge mais de 106 toneladas de maconha apreendidas, o maior volume de drogas em todos os seus 32 anos de existência.

 

Outros importantes números de apreensões que refletem a efetiva presença do DOF na região de Fronteira do Brasil com o Paraguai e Bolívia, foram os mais de 130 veículos recuperados, produtos de roubos e furtos; mais de 810 veículos apreendidos com entorpecentes, contrabando/descaminho e demais crimes; mais de 60 armas de fogo; mais de 1.250 munições (vários calibres); 609 pessoas conduzidas ao Sistema Prisional, sendo 58 com Mandados de Prisão; 329 presas por Tráfico de Drogas; 176 por outros crimes; 46 menores apreendidos; e, mais de 170 mil reais em notas falsas.

 

Foto: Assecom/DOF.

 

As apreensões de Contrabando e Descaminho somaram mais de 625 veículos apreendidos; mais de 338 mil pacotes de cigarros; mais de 1.260 pneus; mais de uma tonelada de agrotóxicos, mais de US 702.000 (setecentos e dois mil dólares) em eletrônicos, mais de duas toneladas de brinquedos e mais de 11 toneladas de confecções.

 

O DOF contabilizou mais de 1300 atendimentos em propriedades rurais além da suplementação do policiamento urbano nos 51 municípios que fazem parte da linha e faixa de fronteira, trazendo um aumento efetivo da sensação de segurança da população transfronteiriça, como foi o caso da desarticulação de uma das mais violentas quadrilhas de roubo a instituições financeiras e veículos de transporte de valores, ocorrido em conjunto com as demais forças de segurança pública do Estado, na cidade de Coronel Sapucaia, em novembro de 2019.

 

O Diretor do DOF, Coronel PM Marcos Paulo, acredita que o comprometimento do Policial Militar integrante do Departamento, aliado à otimização dos meios, trabalho de inteligência e ação integrada das Forças de Segurança Pública graças a ações positivas tanto do COISED (Conselho Institucional de Segurança de Dourados) como da Operação Hórus, da Secretaria de Operações Integradas do Ministério da Justiça e Segurança Pública foram fatores determinantes para o alcance dos resultados.

 

“O DOF é composto exclusivamente por Policiais Militares, acredito que as ações do efetivo contribuíram decisivamente para que a PMMS atingisse a marca de quase 300 toneladas de entorpecentes apreendidas em um único ano”, enfatizou o diretor.

 

O DOF mantém um canal aberto direto com o cidadão para tirar dúvidas, receber reclamações e denúncias anônimas, através do telefone 0800 647-6300. Não precisa se identificar e a ligação será mantida em absoluto sigilo. O serviço funciona 24 horas por dia, sete dias por semana.

 

TRT/MS realiza 24 audiências de conciliação envolvendo o grupo JBS

A Justiça do Trabalho é o ramo do Judiciário com maior índice de conciliação, com 24% dos casos solucionados por meio de acordos, segundo o CNJ (Conselho Nacional de Justiça).

 

O Tribunal Regional do Trabalho de Mato Grosso do Sul, imbuído do objetivo de conciliar, realizou no último dia 18/12, por meio do CEJUSC – JT (Centro Judiciário de Métodos Consensuais de Solução de Disputas) de 1º e 2º graus, 24 audiências de conciliação envolvendo empresas do Grupo JBS. Dessas 24 audiências, 22 resultaram em acordos, num valor total de R$ 822.478,51.

 

Em 2019, apenas o Núcleo Permanente de Métodos Consensuais de Solução de Disputas do TRT/MS (2º grau) obteve 71% de acordos, uma marca expressiva para a Justiça do Trabalho do Estado. Os números mostram que durante o ano foram chamados para tentativa de conciliação 723 processos e deles resultaram 514 acordos. Um percentual de 71,09% atingindo a soma de R$ 37.556.959,76 em valores conciliados.

Santa Casa captou um coração, 21 fígados, 53 rins e três pâncreas durante 2019.

A OPO (Organização de Procura de Órgãos) da Santa Casa de Campo Grande realizou no último sábado (28) o acompanhamento de mais uma doação de órgãos em Dourados, no Hospital da Vida. O jovem de 24 anos doou coração, fígado, pâncreas, rins e córneas, sendo que um dos rins foi transplantado na Santa Casa. No domingo (29) à tarde, a Santa Casa também sediou a captação de rins e córneas de uma paciente de 64 anos.

 

Dos rins doados pelo paciente de Dourados, vítima de um Traumatismo Crânio Encefálico (TCE), um foi trazido e implantado no domingo (29) pela manhã em um paciente que fazia hemodiálise há cinco anos e o outro rim foi levado para Goiânia e, além disso, o coração e o pâncreas foram para São Paulo, o fígado para Brasília e as córneas permaneceram no Banco de Olhos da Santa Casa para análises e, posteriormente, serem transplantadas.

 

Durante a doação no domingo à tarde da paciente vítima de um AVCH (Acidente Vascular Cerebral Hemorrágico), foram captados rins e córneas. Os rins foram encaminhados para Goiânia e as córneas ao Banco de Olhos do hospital. Com as doações no final de semana, a OPO Santa Casa realizou a captação de um coração, 21 fígados, 53 rins e três pâncreas durante o ano de 2019.