Transporte coletivo: Procon autua Consórcio Guaicurus por várias irregularidades e má prestação de serviços essenciais

O Consórcio Guaicurus, responsável pelo transporte de passageiros em Campo Grande, está se superando no quesito má prestação de serviço. O fato foi constatado pela equipe de fiscalização da Superintendência para Orientação e Defesa do Consumidor –Procon/MS, órgão integrante da Secretaria de Estado de Direitos Humanos, Assistência Social e Trabalho – Sedhast que, ao atenderem denúncias dos consumidores.

 

Durante a ação foi realizado ato simulado de transporte público ocasião em que a equipe ,  desuniformizada utilizou veículos  como se fossem passageiros comuns, tendo vivenciado os problemas  enfrentados pela população de maneira geral, que necessita desse tipo de serviço, considerado essencial. Com isso, verificaram a existência de desobediência ao que prevê a legislação, o que configura má prestação de serviço.

 

Entre as infrações, destaque para o descumprimento dos horários previstos para  chegada nos diversos pontos de embarque, o que  foi comprovado pela equipe durante permanência por mais de uma hora (5h20 às 6h30) em um dos terminais de transbordo – Bandeirantes. Todas as linhas verificadas  deixaram de cumprir o que está divulgado no site  do consórcio, o que induz o consumidor ao erro e provoca transtornos devido ao excesso de demora para utilizar o transporte e se deslocar aos destinos, como é o caso de locais de trabalho.

 

A diligência se repetiu em  dias seguidos (13,14 e 15 deste mês de outubro). Apenas para citar como exemplo,  os fiscais se espalharam por vários tempos do terminal e observaram que em relação à linha 051 os veículos previstos para as 05h25m,  05h52m e 6h12m não passaram. Entretanto, nesse intervalo, chegou um único carro às 6h17m. Considerando-se o primeiro horário, houve atraso de  52 minutos.

 

Outros itinerários também foram alvos de  verificações. A linha 054 prevista para  as  5h30m não cumpriu o horário chegando um veículo apenas as  05h56. Na mesma linha  o veiculo com horário para as 6h, não chegou ao local até a saída da equipe. Ainda em se falando de atrasos,  o problema se repetiu com as linhas 070, 071, 079 e várias outras durante a permanência dos fiscais o que , por dedução, se alongou durante o dia.

 

Também considerado falta grave foi flagrada a ausência de cuidados básicos relacionados aos riscos de  contaminação pelo vírus Covid 19. No local não foi visualizada  nenhuma medida efetiva de segurança tais como  higienização dos veículos nos terminais,  disponibilização de  álcool 70%,  aferição de temperatura, controle do distanciamento tanto nas filas como no interior dos ônibus ou limitação do número de passageiros em clara exposição dos usuários.

 

As empresas  que exploram esse serviço estão desobedecendo frontalmente a resolução municipal que estabelece regras de biossegurança que deveriam ser  observadas pelos empreendimentos e atividades econômicas e sociais no enfrentamento da Covid 19.

 

Ficou patente, ainda,  a ausência de itens obrigatórios – o que se verificou nos terminais Bandeirantes e Júlio de Castilhos- a exemplo de  inexistência de Código de Defesa do Consumidor para consulta do público, ausência de  placa de identificação de atendimento preferencial para pessoas autistas entre outras.  Transgredindo às normas, as empresas mantêm fixados avisos contendo o preço da tarifa (R$ 4,10) e a observação de que o troco máximo é para R$ 20,00, muitas vezes inviabilizando a aquisição do passe.

 

Para se certificar do cumprimento de tal determinação das empresas, fiscais simularam a compra de quatro passes com uma cédula de R$ 50,00 o que lhes foi negado. A orientação ocorre em inobservância a Lei  Federal que institui as diretrizes da Politica Nacional de Mobilidade Urbana que garante aos cidadãos o acesso aos serviços básicos essenciais, entre os quais está incluído o transporte coletivo. A recusa de recebimento pode inibir no cidadão o direito de ir e vir e lhe causar transtornos por deixar de  atender a compromissos.

 

Constatadas a má prestação de serviços e diversas outras  irregularidades, a empresa Consorcio Guaicurus foi autuada tendo sido fixado prazo para apresentação de defesa. Não ocorrendo será arbitrada multa em valores ainda a serem calculados.

Tite convoca seleção para Eliminatórias da Copa do Mundo, em novembro; Vinicius Junior, Arthur e Éder Militão voltam ao elenco

O técnico da seleção brasileira Tite divulgou nesta sexta-feira (23) a lista de convocados para os dois próximos jogos pelas Eliminatórias para Copa do Mundo do Catar 2022. O Brasil enfrenta a  Venezuela, no Morumbi, e o  Uruguai, no estádio Centenário, na capital Montevidéu, nos dias 14 e 17 de novembro, respectivamente. Entre os relacionados, os destaques foram os retornos de Vinicius Junior (Real Madrid), Arthur (Juventus) e Éder Militão (Real Madrid), que ficaram de fora dos primeiros confrontos, com a Bolívia e Peru.

 

Além do trio, o atacante Gabriel Jesus (Manchester City) que estava lesionado voltou a ser chamado. O jogador do Manchester chegou a constar na última convocação, entretanto foi sacado da lista após sofrer lesão. Após o corte de Jesus, o treinador brasileiro optou por Matheus Cunha (Hertha Berlim).

 

 

Em relação aos jogadores que atuam nos Brasil, apenas quatro foram lembrados por Tite: o zagueiro Rodrigo Caio e o meio-campista Everton Ribeiro, ambos o Flamengo e o goleiro Weverton e o lateral-direito Gabriel Menino.

 

A seleção venceu a Bolívia e Peru nas duas primeiras rodadas das Eliminatórias, e ocupa o primeiro lugar na tabela de classificação.

 

Confira abaixo a lista completa de convocados:

Goleiros

Alisson – Liverpool (ING)
Ederson – Manchester City (ING)
Weverton – Palmeiras

Laterais

Alex Telles – Manchester United (ING)
Danilo – Juventus (ITA)
Gabriel Menino – Palmeiras
Renan Lodi – Atlético de Madrid (ESP)

Zagueiros

Éder Militão – Real Madrid (ESP)
Marquinhos – Paris Saint-Germain (FRA)
Rodrigo Caio – Flamengo
Thiago Silva – Chelsea (ING)

Meio-campistas

Arthur – Juventus (ITA)
Casemiro – Real Madrid (ESP)
Douglas Luiz – Aston Villa (ING)
Everton Ribeiro – Flamengo
Fabinho – Liverpool (ING)
Philippe Coutinho – Barcelona (ESP)

Atacantes

Everton – Benfica (POR)
Gabriel Jesus – Manchester City (ING)
Neymar – Paris Saint-Germain (FRA)
Richarlison – Everton (ING)
Roberto Firmino – Liverpool (ING)
Vinicius Jr – Real Madrid (ESP)

 

 

Fonte: Agência Brasil

Resultado do leilão da Sanesul encurta tempo de universalização e garante saúde

“O maior ganho para Mato Grosso do Sul é a abreviação do tempo de implantação da universalização da coleta  do esgotamento sanitário que garante qualidade de vida e saúde para a população do Estado. O deságio de mais de 38% na tarifa inicial também é importante porque capitaliza ainda mais a empresa para investir em água, possibilitando o Estado ter um sistema de saneamento com mais qualidade”, disse o governador Reinaldo Azambuja após o resultado do leilão da Parceria Público-Privado da Sanesul, nesta sexta-feira (23), na B3, em São Paulo (SP), que teve como vencedor do pregão a empresa Aegea Saneamento e Participações S.A.

 

Normalmente, no rito das gestões públicas, a universalização do esgotamento leva 40 anos, pela capacidade de investimento público, segundo o governador. “Nesta parceria, esperamos que no final de 2022 chegaremos a 70% de cobertura total e em 10 anos a universalização”, completou.

 

Estado saí com PPP para ampliar sistema de esgotamento sanitário

 

Reinaldo também ressaltou que o projeto é linear e municípios pequenos também serão atendidos. “O plano contempla todos os municípios. Cidades de três ou quatro mil habitantes vão ganhar o serviço que, geralmente, fica mais restrito aos grandes centros”, explicou.

 

A empresa Aegea venceu o pregão com a oferta tarifária de R$ 1,36 (m³). Um deságio de 38,46%, em relação ao preço inicialmente fixado pelo edital, de R$ 2,21 (m³).  Com isso, a companhia levou o contrato de prestação dos serviços públicos de esgotamento sanitário em 68 Municípios do Estado de Mato Grosso do Sul.

 

“Aegea acredita neste modelo para garantir avanços”, disse Rogério

“Estamos felizes com este resultado, agora poder operar o sistema sanitário em parceria com a Sanesul, para nós é de extrema importância. É um modelo no qual a gente acredita muito, essa parceria do Poder Público com o Capital privado”, disse Rogério de Paula Tavares, vice-presidente das Relações Institucionais da Aegea.

 

Nesta semana o grupo venceu, também na B3, a concorrência para atuar no estado do Espírito Santo e já está presente no Rio Grande do Sul e em Piracicaba (SP).

 

Repercussão

 

Secretário Riedel ressalta ganho para o serviço em MS

Para o secretário de Governo e Gestão Estratégica, Eduardo Riedel, o resultado foi positivo. “Vitória enorme para Mato Grosso do Sul que chegou aqui com quatro proponentes e que foi à leilão por conta das propostas, alcançado esse resultado de 38% de deságio. Quem ganha com isso é a população, é um legado que este Governo deixa para o Estado”, ressaltou. A atual gestão assumiu com 35% de esgotamento sanitário e deve entregar com 70%, informou Riedel. “Esse é o Brasil que avança com gestões estaduais que trabalham muito para viabilizar esse tipo de iniciativa”, completou.

 

Walter Carneiro Jr comemora resultado do leilão

“Foi um sucesso, quatro propostas participantes interessados no nosso projeto. Um deságio de mais de 38% no valor inicial da tarifa. Ganha Estado e Sanesul que vai poder trabalhar em parceria com a Aegea  que vai poder antecipar os investimentos no saneamento básico e chegar a nossa meta que é universalizar o sistema de saneamento. Com isso, acredito que seremos o primeiro do Estado do Brasil a alcançar essa meta”, afirmou Walter Carneiro Júnior, diretor-presidente da Sanesul.

 

Para a Secretaria Especial de Parcerias Estratégicas (EPE), Eliene Detoni, que debruçou no estudo deste projeto para viabilizar a objetivo do Governo do Estado, o setor de saneamento precisa de escala para ter eficiência. “Conseguimos isso com nosso projeto quando inserimos os 68 municípios que viabiliza um serviço de qualidade aos pequenos municípios, frisou Eleiane Detoni.

 

André Demarco, diretor de Processos Licitatórios da B3, agradeceu o Estado por mais uma vez confiar na B3 para projetos deste porte. “É motivo de orgulho para a B3 ter sido escolhida para oferecer a infraestrutura completa para a realização de mais um leilão de saneamento básico, o terceiro desde a aprovação do novo marco do Saneamento. Em 2019, a B3 viabilizou 14 leilões com o objetivo de modernizar o país. Em 2020, já alcançamos o mesmo número e ainda temos diversos outros projetos em andamento”, reforçou.

 

Modelo de concessão

 

A previsão é de que, durante os 30 anos de concessão, sejam investidos R$ 3,8 bilhões pela iniciativa privada, sendo aproximadamente R$1 bilhão em obras e R$ 2,8 bilhões na operação e manutenção do sistema de esgoto. A Aegea deve começar a operar em Mato Grosso do Sul a partir do segundo semestre de 2021.

Mato Grosso do Sul registra 410 casos de coronavírus e 14 óbitos em 24 horas

O novo coronavírus continua avançando em Mato Grosso do Sul. É o que mostra o boletim epidemiológico da Secretaria de Estado de Saúde (SES) apresentado nesta sexta-feira (23), nas redes sociais do Governo do Estado, revelando que 410 exames deram positivo e 14  óbitos foram registrados em 24 horas.

 

Com isso, o Estado registra 79.120 casos confirmados e 1.538 mortes pela doença. No ranking estadual por município, Campo Grande ocupa a primeira posição, com 34.628 casos confirmados, em segundo lugar, Dourados com 8.134 pessoas que estão ou tiveram a doença e, em seguida, com 4.656 casos, está Corumbá.

 

O Estado também possui um número expressivo de pessoas que se recuperam da doença, totalizando 4.196 pacientes, com 3.854 pessoas em isolamento domiciliar e 342 internadas, sendo três de outros estados.

 

Das que estão em tratamento nas unidades hospitalares, 185 estão em leitos clínicos (100 pelo SUS e 85 em rede privada) e 160 em leitos de UTI (109 pelo SUS e 51 na rede privada). “Estamos vendo um avanço na ocupação dos leitos privados”, observou a secretária-adjunta, Christine Maymone.

 

A boa notícia é que Mato Grosso do Sul tem 73.386 pessoas recuperadas da doença.

 

 

 

 

Clique aqui e acesse o relatório na íntegra

Eleições municipais 2020: PF usará drones para flagrar crimes como boca de urna

Nas eleições municipais de novembro, a Polícia Federal (PF) deverá usar drones para prevenção e repressão de crimes eleitorais como boca de urna e transporte irregular de eleitores.

 

De acordo com o órgão, mais de 100 aeronaves pilotadas remotamente deverão ser alocadas em municípios considerados estratégicos, em todos os estados. A intenção é que os equipamentos sobrevoem as zonas eleitorais de modo a inibir e flagrar a prática de condutas vedadas nos dias de votação.

 

Segundo a PF, os drones possuem câmeras capazes de realizar zoom suficiente para identificar suspeitos, placas de veículos, entregas de santinhos e situações de compra de votos, com imagens de alta nitidez.

 

As imagens capturadas serão transmitidas a uma equipe da PF que estará preparada para monitorar todas a eleição em todo território nacional, determinando a adoção as medidas cabíveis diante de atividades suspeitas, informou o órgão.

 

O primeiro turno das eleições municipais está marcado para 15 de novembro. O segundo turno, onde houver, ocorrerá em 29 de novembro. O horário de votação será sempre das 7h às 17h, no horário local.

 

Fonte: Agência Brasil

Oitavas da Libertadores terá confrontos entre Brasil e Argentina

Três dos seis representantes brasileiros nas oitavas de final da Copa Libertadores da América terão pela frente adversários argentinos. O sorteio das partidas e dos cruzamentos foi realizado nesta sexta-feira (23), na sede da Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol), em Luque (Paraguai).

 

Atual campeão e na busca pelo terceiro título, o Flamengo medirá forças com o Racing, que levantou a taça em 1967. Duas vezes ganhador, o Internacional terá como rival o Boca Juniors, dono de seis troféus sul-americanos. Já o Athletico Paranaense – que busca a glória inédita – enfrentará o River Plate, tetra da América e vice em 2019.O Santos também enfrentará um campeão da Libertadores no mata-mata, mas vindo do Equador. Com três títulos, o Peixe será adversário da LDU, que ganhou o torneio em 2008.

 

Palmeiras e Grêmio são os únicos times do país que não terão rivais com título de Libertadores no currículo. Atrás do bicampeonato, o Verdão – que fez a melhor campanha da primeira fase – terá pela frente o estreante Delfín, do Equador. Já o Tricolor Gaúcho, que persegue o tetra do continente, pegará o Guaraní, do Paraguai.

 

 

 

Por terem encerrado a fase de grupos na liderança, Flamengo, Santos, Palmeiras e Grêmio realizarão o segundo e decisivo jogo dos respectivos confrontos em casa. Athletico e Inter, que ficaram em segundo lugar, serão mandantes na primeira partida. Os duelos de ida ocorrerão entre 24 e 25 de novembro, enquanto os de volta estão previstos para os dias 1 e 2 de dezembro. A decisão da Libertadores será em 2021, no Maracanã.

 

Os cruzamentos do mata-mata indicam confrontos entre brasileiros nas quartas e até em uma semifinal, caso as equipes avancem. O ganhador de Santos e LDU enfrenta quem passar de Grêmio e Guaraní. Há a possibilidade de santistas e tricolores reeditarem o duelo que definiu vaga na final da Libertadores em 2007. Na ocasião, os gaúchos levaram a melhor.

 

Já o vencedor entre Flamengo e Racing terá como adversário o classificado entre Inter e Boca. Caso sigam adiante, rubro-negros e colorados voltariam a se encontrar pelas quartas de final, como aconteceu em 2019. No ano passado, os cariocas seguiram adiante para enfrentar o Grêmio na semifinal, em outro confronto que pode se repetir.

 

Confira a tabela de classificação da Copa Libertadores.

Clubes e astros do futebol prestam homenagem pelos 80 anos de Pelé

O aniversário de 80 anos de Edson Arantes do Nascimento, o Rei Pelé, celebrado nesta sexta-feira (23), não passou batido pelo mundo do futebol. Clubes, CBF,  jogadores da atualidade e do passado e até a Fifa, entidade máxima da modalidade, prestaram homenagens ao eterno camisa 10 do Santos e da seleção brasileira.

 

O Peixe, aliás, abriu as comemorações nos primeiros minutos do “dia mais importante do futebol”, como relata a postagem no Twitter. “Uma lenda que superou todos os limites e se tornou o principal nome do esporte. Vida longa ao nosso Rei!”, completa a publicação do clube, que terá uma live (transmissão ao vivo) alusiva às festividades de Pelé, nas redes sociais, a partir das 15h (horário de Brasília), com a participação de ex-jogadores e a apresentação de um selo comemorativo do Correios, lançado pela manhã.

 

 

Outros times brasileiros também prestaram homenagens a Pelé. O Fluminense, por exemplo, lembrou a vez que o Rei vestiu a camisa do clube em um amistoso na Nigéria. Corinthians – afirmando que o Timão era a equipe de infância do Atleta do Século no futebol de botão – e São Paulo, rivais históricos do Santos, também publicaram mensagens.

 

 

O perfil da Copa do Mundo da Fifa fez reverência a Pelé em diferentes publicações. A entidade recorda fotos antigas, divulga um vídeo com vários depoimentos atuais e históricos de ex-jogadores e personalidades e reforça o posto histórico do brasileiro, com uma imagem em que ele festeja o tricampeonato mundial de 1970, acompanhada pela frase: “Quando você tem 80 anos e ainda é o rei”.

 

Em outra postagem da Fifa, um vídeo compila lances de Pelé e mensagens da atacante Marta, do técnico alemão Jurgen Klopp – que aparece cantando parabéns, em inglês – e de ex-jogadores como os alemães Bastian Schweinsteiger e Franz Beckenbauer e os brasileiros Cafu e Pepe. Este último, amigo e parceiro do Rei no Santos, resume: “Ele é de outro planeta”.

 

 

As redes sociais da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) também recordaram os 80 anos de Pelé em uma série de postagens com vídeos de ex-jogadores como Sissi, antiga camisa 10 da seleção feminina, Pepe e Ronaldo Fenômeno prestando homenagens ao Rei. A entidade publicou ainda uma animação do icônico gol marcado na final da Copa de 1958, em que Pelé dá um chapéu em um marcador da Suécia, antes de finalizar.

 

 

A data ainda foi lembrada por ídolos do futebol nacional, como o ex-atacante Romário e os ex-meias Rivaldo e Kaká. No exterior, o ex-goleiro alemão Oliver Kahn, o camaronês Samuel Eto’o e o ex-atacante inglês Michael Owen, além de clubes como a italiana Roma e o alemão Eintracht Frankfurt – que recordou o dia em que sofreu quatro gols de Pelé – também deixaram registradas homenagens.

 

 

Fonte: Agência Brasil

Diário Oficial publica nesta sexta lei que regulamenta poupança social digital

Diário Oficial da União publica hoje (23) lei que regulamenta a conta de poupança social digital, usada pela Caixa Econômica Federal para o pagamento de benefícios sociais, como o auxílio emergencial.

 

Agora transformada em lei, a Medida Provisória nº 982 de 2020 estava em vigor desde de junho. A conta de poupança social digital permite que as pessoas possam receber o auxílio emergencial e outros benefícios sociais e previdenciários sem pagar tarifa de manutenção.

 

Essas contas possuem limite de movimentação de até R$ 5 mil por mês. A conta permite que o titular faça três transferências eletrônicas por mês sem custos. O correntista poderá, ainda, utilizar a conta para pagar boletos bancários.

 

No caso de pessoas que tenham sido cadastradas para o recebimento do auxílio emergencial, abono salarial, saque do FGTS (Fundo de Garantia por Tempo de Serviço) ou o programa emergencial de manutenção de empregos da Lei nº 41.020, a conta pode ser aberta de forma automática. No caso de benefícios previdenciários, o titular poderá solicitar a abertura da conta.

 

Contas de poupança

 

A Caixa Econômica Federal é responsável por operar essas contas de poupança e disponibilizará no seu site e no seu aplicativo ferramenta de consulta para o cidadão, que poderá verificar se há alguma conta aberta em seu nome, a partir da consulta pelo CPF (Cadastro de Pessoa Física). A conta pode ser fechada ou convertida em conta regular a qualquer tempo, sem custos adicionais.

 

O projeto foi sancionado pelo presidente Jair Bolsonaro sem vetos. Com a conversão em lei, a poupança social digital será, agora, permanente e poderá ser ampliada para o pagamento de outros benefícios sociais.

 

Fonte: Agência Brasil

Anticorpos contra covid-19 duram pelo menos sete meses, mostra estudo

Uma das questões que mais tem suscitado interesse e investigação por parte da comunidade científica, desde o início da pandemia, é perceber se os organismos de doentes com covid-19 são capazes de ter uma resposta imune adequada e quanto tempo pode durar essa imunidade. Agora, um novo estudo norte-americano revelou que os anticorpos, que protegem o organismo de ser infectado com o novo coronavírus, podem ter uma duração de até sete meses.

 

Pesquisadores da Universidade do Arizona, nos Estados Unidos, acompanharam durante meses cerca de 6 mil pacientes infectados com o novo coronavírus e descobriram que os anticorpos contra o Sars-CoV-2 podem continuar presentes no sangue por um período de, no mínimo, cinco a sete meses.

 

Recentemente, foram confirmados casos de pessoas reinfectadas que, de acordo com o jornal espanhol El País, apresentaram sintomas mais graves quando ficaram doentes com covid-19 pela segunda vez – exemplos que suscitam duvidas à comunidade científica quando se fala em imunidade.

Ao longo dos últimos meses foram divulgados diversos estudos que mostravam que os anticorpos – proteínas do sistema imunitário que evitam que o vírus infecte as células do organismo – contra o novo coronavírus iam diminuindo passados alguns meses após a infecção, principalmente em pessoas que apresentaram sintomas ligeiros.

As teorias são várias e as dúvidas ainda mais. Mas a questão mantém-se: as pessoas ficam protegidas após a primeira infeção?

O estudo norte-americano, divulgado na terça-feira (20) na publicação científica Immunity, e considerado um dos maiores realizados até agora, por ter analisado cerca de 6 mil pessoas, indica que sim: quem já esteve infectado com o novo coronavírus pode ter imunidade até, pelo menos, sete meses.

 

“O nosso estudo mostra que é possível gerar uma imunidade duradoura contra esse vírus”, explicou ao jornal espanhol Deepta Bhattacharya, pesquisador da Universidade do Arizona e coautor do trabalho.

 

“Nas infeções moderadas que analisamos, a resposta de anticorpos parece bastante convencional. Os níveis dessas proteínas sobem primeiro, depois caem e no fim acabam por estabilizar”, continuou. E quanto às reinfecções, o investigador explica que pode acontecer mas que são casos “excepcionais”.

 

Quando um vírus infecta o corpo, o sistema imunológico produz células plasmáticas de curta duração, que produzem anticorpos para combater imediatamente o agente patogênico. Esses anticorpos aparecem no sangue, normalmente, até 14 dias após a infecção e, segundo o autor do estudo, alguns deles “são muito sofisticados”, podendo memorizar um patogênico para sempre e desenvolver armas moleculares para o destruir, incluindo diferentes tipos de anticorpos de elevada potência.

 

Estudo

 

O estudo norte-americano resultou de uma campanha de testes que envolveu 30 mil pessoas. Os investigadores, no entanto, analisaram e acompanharam 5.882 dessas pessoas, estudando a produção de anticorpos neutralizantes em mais de mil.

 

A prevalência de infeções é baixa, contando apenas com cerca de 200 pessoas que transmitiram o vírus e produziram anticorpos neutralizantes, explicou Bhattacharya.

 

“Se os anticorpos fornecem proteção duradoura contra o novo coronavírus tem sido uma das perguntas mais difíceis de responder, essa investigação não só nos deu a capacidade de testar com precisão os anticorpos contra a covid-19, mas também o conhecimento de que a imunidade duradoura é uma realidade”.

 

Ao analisar o sangue de voluntários que testaram positivo para o novo coronavírus, os cientistas descobriram que os anticorpos estavam presentes em níveis viáveis ​​por um período de, pelo menos, cinco a sete meses. Contudo, o máximo que a equipe conseguiu voltar atrás no tempo, para ver a duração dos anticorpos foi precisamente sete meses, uma vez que a epidemia chegou relativamente mais tarde ao Arizona.

 

“Só conseguimos testar seis pessoas que foram infectadas há cerca de sete meses, mas temos muitas outras infectadas há três, quatro, cinco meses”, disse o pesquisador. “Não temos uma bola de cristal para saber quanto tempo os anticorpos duram, mas com base no que sabemos sobre outros coronavírus, esperamos que a resposta imunológica seja mantida durante pelo menos sete meses, e provavelmente por muito mais tempo”.

 

“Sabemos que as pessoas que foram infectadas com o primeiro coronavírus da Sars, que é o mais semelhante ao Sars-CoV-2, ainda conseguem estar imunes 17 anos após a infecção”, acrescentou Bhattacharya. “Se o Sars-CoV-2 for parecido com o primeiro, esperamos que os anticorpos durem pelo menos dois anos, e seria improvável qualquer período muito mais curto [do que isso].”

 

Fonte: Agencia Brasil