Da raiz à folha da mandioca, Agraer ensina diferentes receitas para agricultoras

A mandioca é um alimento muito popular no Brasil e de grande cultivo dentro da agricultura familiar. Várias são as receitas à base dessa raiz. Contudo, outras diferentes partes dela também podem ser usadas no uso culinário como a casca ou até mesmo a folha. Com base nesses conhecimentos é que as servidoras da Agência de Desenvolvimento Agrário e Extensão Rural (Agraer), Cleonice de Fátima Jacomelli e Elisângela Carniel, ensinaram, na terça-feira e quarta-feira (10 e 11.4), um grupo de 12 agricultoras familiares a agregar valor ao produto tão presente no campo.

 

O curso fez parte da programação do estande do Governo do Estado, na 80ª Expogrande, na Capital, e no primeiro dia de aula as alunas ainda contaram com a presença do governador de Mato Grosso do Sul, Reinaldo Azambuja, que além de visitar a cozinha, também, aproveitou para colocar a mão na massa (foto acima)

 

Para a agricultora familiar Olinda Martins é uma forma de diversificar a alimentação em casa e, futuramente, aumentar a renda no sítio. “Eu tenho plantação de mandioca. No sítio tem um hectare para o cultivo e sempre só usamos a raiz. A ideia é não descartar mais nada, reaproveitar e quem sabe vender os produtos”.

 

A degustação aconteceu na quarta-feira com direito à coxinha de massa de mandioca, biscoitos, sorvete, e outras delícias (Foto: Néia Maceno)

 

Coxinha de massa de mandioca, biscoitos, sorvete, suco, bolos, chips de casca de mandioca, e bolinho da folha da mandioca foram algumas das receitas ensinadas.

 

A degustação foi promovida na quarta-feira. “Apresentamos o passo a passo de 12 receitas aqui. Mas, a gente tem um leque de 20 receitas. O tempo era muito curto, então, optamos por essas receitas”, explicou a servidora da Agraer de Sidrolândia, Elisângela.

 

Quem aprovou a ideia foi o casal Marco e Élida Figueiredo, que acompanhados da filhinha Laís Helena, de dois anos de idade, aproveitou para participar da degustação. “Está tudo maravilhoso e a ideia é ótima. O sequilho de mandioca, por exemplo, a pessoa tem que saber acertar o ponto e elas acertaram, está ótimo”, afirmou.

 

“O atendimento da equipe da Agraer e das agricultoras também foi ótimo. Tiveram a disponibilidade de servir e explicar o que era cada prato. Gostei muito”, observou Élida.

 

As alunas com os certificados em mãos e com muitos planos para colocar em prática após o curso (Foto: Néia Maceno)

 

Ao final do curso houve a entrega de certificados que contou com a presença do diretor-presidente da Agraer, André Nogueira. “Esta já é a nossa quarta participação na Expogrande e em todas elas houve a realização de cursos. A Agraer também promove cursos itinerantes pelo interior do Estado. Temos essa preocupação de capacitar os agricultores e agricultoras familiares para que eles possam agregar valor aos alimentos cultivados dentro de suas propriedades”, enfatizou.

 

Ao final da exposição agropecuária serão capacitadas 60 pessoas dentro do estande do Governo do Estado.

Esportes