Dicas para evitar estresse durante o home office

Por Cristiane Bomfim, da Agência Einstein

 

Cada vez mais comum nas empresas, as salas de descompressão são ambientes pensados para oferecer aos funcionários momentos de relaxamento ou alívio da tensão durante o dia de trabalho e ajudá-los a voltar à rotina revigorados. Além de promover o bem-estar, a criação dessas salas tem o intuito de melhorar a produtividade das equipes em médio e longo prazo. Elas podem ser coloridas, com puffs e sofás confortáveis, ter música ambiente e oferecer jogos. Mas, como “descomprimir” durante o home office, quando muitas vezes nem temos um espaço adequado para trabalhar?

 

 

 

“Mais importante do que o conceito de descomprimir, que significa que chegamos no limite e precisamos de um alívio, é evitar chegar a este ponto e manter a calma, concentração e estabilidade emocional”, afirma Elisa Harumi Kozasa, pesquisadora do Instituto do Cérebro do Hospital Israelita Albert Einstein. Para isso, o primeiro passo é o entendimento “de que home office não é vida office”, alerta o psiquiatra Alfredo Maluf, também do Einstein. “É preciso entender que a vida não é só trabalho e que apesar de estamos trabalhando em casa é importante que haja uma separação clara”, diz.

 

O médico destaca que autoconhecimento é chave para o controle ou administração de situações de estresse. “A pandemia trouxe a noção de que temos de estar bem física e psicologicamente para conseguirmos nos adaptar a estas mudanças e ao estresse que elas podem trazer. Temos que ter uma percepção mínima do que nos dá prazer e de quais pontos precisam ser fortalecidos. E com isso, acrescentar qualidade de vida ao dia a dia”, diz.

 

A qualidade de vida está diretamente ligada às escolhas que fazemos todos os dias, como a prática de atividade física e tarefas que dão prazer, o cuidado com a alimentação e o sono e boas relações interpessoais. “Estes elementos, quando fazem parte da nossa rotina, nos deixam mais preparados para lidar com situações de estresse do trabalho”, continua o médico. Além disso, outras dicas dadas pelos especialistas do Einstein são valiosas para evitar situações de estresse e a necessidade de uma “descompressão”:

 

  1. Aceite que home office já é uma realidade e cobre-se menos. “Não gaste sua energia querendo encaixar situações do passado no presente. Adapte-se ao novo. O home office tem muitas vantagens e uma delas é que as pessoas terão mais tempo para elas próprias, por exemplo”, explica Maluf.

 

  1. Organize seu tempo e as atividades do dia em prioridades. Reserve um lugar na casa para trabalhar. Faça um check-in do seu dia

 

  1. Ao chegar na sua mesa do home office, feche os olhos e perceba como está se sentido. Respire profundamente e com calma. Expire todo o ar. Repita algumas vezes. Perceba que você é capaz de atingir a tranquilidade sozinho. Alguns minutos já dão resultados incríveis. “Exercícios de respiração aumentam as atividades do sistema nervoso parassimpático e diminuem as atividades do simpático. Na prática isso quer dizer que respirar calma e profundamente aumenta a sensação de tranquilidade e equilíbrio”, ensina Elisa. No organismo, sistemas simpático e parassimpático tem funções opostas. Enquanto o primeiro prepara o organismo para reagir em situações de medo, excitação e estresse, o parassimpático adequa o corpo para momentos de tranquilidade e relaxamento.

 

 

  1. Faça alongamentos no começo e no fim do dia, para relaxar os músculos.

 

  1. Pratique a gentileza no trato com as pessoas no momento de escrever mensagens e e-mails e nas reuniões por vídeo. Mesmo em momentos de estresse ou de pressão é possível ser assertivo nas palavras e decisões sem ser grosseiro. “Lembre-se que ser gentil não é deixar de expressar suas opiniões”, lembra Elisa.

 

  1. Sempre que precisar faça uma pausa para retomar o estado de tranquilidade e continuar o trabalho.

 

  1. Mesmo estando em cada um em sua casa, marque com seu colega de trabalho um horário para o cafezinho. Prepare o seu lanche, conecte-se com ele e converse. Um papo de dez minutos ajuda a relaxar e manter a relação próxima, apesar da distância física.

 

  1. Se for preparar o almoço em casa, concentre-se nesta atividade. Evite ligar a televisão ou usar o celular na hora das refeições. Mastigue devagar, preste atenção nos sabores e na qualidade da refeição.

 

  1. Tente exercitar-se. Uma caminhada curta, no quarteirão já ajuda a tirar o trabalho do foco por alguns minutos. “Para quem tem cachorro, a dica é dar uma volta com ele”, aconselha Elisa.

 

  1. Estabeleça limites no horário de trabalho. E encerre o dia com um checkout. Organize o local de trabalho e faça o exercício de respiração. “Não ache que por estar em casa você tem que trabalhar o dobro. Por que gastar o tempo que se economiza no trânsito com trabalho se você pode gastar com você? Pense nisso”, aconselha o psiquiatra do Einstein.

 

 

FONTE: AGÊNCIA EINSTEIN

POLÍTICA