Mês com maior alta da Covid registra média de isolamento social de 39,2%

Há algum tempo as taxas de isolamento social mapeadas em Mato Grosso do Sul vêm mantendo o mesmo patamar dia após dia. Nesta quinta-feira (30) o índice médio de pessoas que permaneceu em casa foi de 37,6%. Essa mesma média foi registrada durante todo o mês de julho, tendo uma pequena elevação aos sábados e domingos, ainda assim, não ultrapassando a barreira dos 50%.

 

Os dados são disponibilizados pela ferramenta sempre no dia subsequente, porém já é possível ter um parâmetro do comportamento apontado ao longo do mês, pois a média de recolhimento para o Estado nesses 30 dias está em 39,2%. Ou seja, a movimentação nas regiões sul-mato-grossenses está cada vez mais parecida com a da rotina do período que antecedeu a pandemia.

 

Desde o surgimento da pandemia, o isolamento e o distanciamento social são apontados por médicos, especialistas, cientistas de todo mundo como a principal forma de enfraquecer o vírus até que haja comprovação cientifica de uma vacina. O índice recomendado pela Organização Mundial de Saúde (OMS) para reduzir a transmissibilidade da Covid é de 70%.

 

Nesta quinta-feira (30) Campo Grande registrou índice de 36,5%. Já as taxas mapeadas nos demais municípios sul-mato-grossenses variam entre 23,2% registrada em Batayporã a 61,1% em Tacuru. A lista completa pode ser conferida aqui.

POLÍTICA