Ponte Hercílio Luz, em Florianópolis, é reaberta após quase 30 anos interditada

Interditada desde julho de 1991 devido ao risco de colapso da estrutura, a Ponte Hercílio Luz, que liga Florianópolis (SC) ao continente, voltou a ser reaberta ontem(30) para pedestres e ciclistas. Com apresentações de artistas locais e outras atrações, a reabertura parcial do famoso cartão-postal catarinense atraiu milhares de curiosos e autoridades.

 

Dirigindo um Fusca 1970, o governador Carlos Moisés (PSL) abriu o desfile que reuniu mais de 170 carros antigos que atravessaram a ponte esta manhã. Também a Polícia Militar de Santa Catarina prestou uma homenagem especial: policiais que dirigiam alguns dos carros históricos e que patrulhavam as imediações usaram uma farda idêntica à usada no dia inauguração da ponte, em 13 de maio de 1926.

 

Em conta oficial do governo de Santa Catarina no Twitter, assessores chegaram a comentar que “a praia mais movimentada de Floripa, hoje, se chama Ponte Hercílio Luz”, tal o afluxo de pessoas que o evento atraiu. O governador Carlos Moisés explicou que a obra só deverá estar concluída daqui a, no mínimo, dois meses.

 

Governo de SC

@GovSC

E segue o desfile… O modelo mais credenciado é o FUSCA. A década com maior número de carros credenciados é 1970; seguida da década de 1960 e 1980. A década com menor número de carros credenciados é a de 1940. 🚘 

Ver imagem no Twitter
Veja outros Tweets de Governo de SC

 

Segundo a assessoria do governo catarinense, o serviço iniciado em 2006 (e assumido pela atual empresa em 2016, após sucessivos problemas com as construtoras anteriormente contratadas) está cerca de 95% concluído, faltando alguns “ajustes” e reparos.

 

“Em março, nós, de fato, reinauguraremos, definitivamente, esta obra, já com a iluminação cênica que vai transformar o visual desta ponte”, disse Moisés durante a cerimônia de reabertura da ponte.

 

Até o dia 5, apenas pedestres e ciclistas poderão atravessar a ponte. Durante este período, o local abrigará uma extensa programação para celebrar a reabertura da ponte. Ao todo, serão sete dias de shows de samba, rock, pop, sertanejo e MPB, além de outras atrações culturais, esportivas e gastronômicas.

 

A partir do dia 13, a prefeitura deve liberar a passagem das primeiras linhas de ônibus e para outros veículos a serviço de órgãos públicos. A previsão inicial é que o tráfego de carros particulares seja liberado após uma breve fase de avaliação da estrutura.

 

Fonte: Agência Brasil

POLÍTICA