Covid-19: Brasil registra 122 mortes e 45,5 mil casos em 24 horas; pacientes recuperados somam mais de 30,9 milhões

O Brasil registrou, desde o início da pandemia de covid-19, 672.033 mortes pela doença, informa o boletim epidemiológico divulgado nesta segunda-feira (4) pelo Ministério da Saúde. O número total de casos confirmados da doença está em 32.535.923.

 

Em 24 horas, foram registrados 45.501 casos. No mesmo período, foram confirmadas 122 mortes de vítimas do vírus.

 

Ainda segundo o boletim, 30.967.114 pessoas se recuperaram da doença e 896.776 casos estão em acompanhamento. No levantamento de hoje, não consta atualização dos dados de Mato Grosso do Sul.

 

Os números em geral são menores aos domingos, segundas-feiras ou nos dias seguintes aos feriados por causa da redução de equipes que alimentam os dados sobre a doença. Às terças-feiras e dois dias depois dos feriados, em geral, há mais registros diários pelo acúmulo de dados atualizado.

 

Boletim Epidemiológico
Boletim Epidemiológico – 04/07/2022/Divulgação/ Ministério da Saúde

Estados

 

De acordo com os dados disponíveis, São Paulo lidera o número de casos, com 5,74 milhões, seguido por Minas Gerais (3,65 milhões) e Paraná (2,63 milhões).

O menor número de casos é registrado no Acre (127,1 mil). Em seguida, aparecem Amapá (161,8 mil) e Roraima (161,9 mil).

 

O estado de São Paulo é o que apresenta o maior número de mortes pela doença (171.072), seguido pelo Rio de Janeiro (74.183) e por Minas Gerais (62.197).

O Acre é o que registra o menor número de mortes (2.005), seguido por Amapá (2.141) e Roraima (2.153).

 

Vacinação

 

Até então, foram aplicadas 450,1 milhões de doses de vacinas contra a covid-19, sendo 177,4 milhões com a primeira dose e 157,7 milhões com a segunda dose. A dose única foi aplicada em 4,9 milhões de pessoas e 95 milhões já receberam a dose de reforço.

 

 

AGÊNCIA BRASIL

Chuvas deixam mais de 56 mil desabrigados e desalojados em Alagoas

As fortes chuvas que voltaram a atingir parte do estado de Alagoas nos últimos dias já deixaram cerca de 56 mil pessoas desabrigadas ou desalojadas. No primeiro caso, são famílias inteiras cujas residências foram afetadas pela força das águas e que, sem ter para onde ir, viram-se forçadas a buscar abrigo em locais improvisados pelo Poder Público. Desalojadas são as pessoas que se hospedaram com amigos, parentes, vizinhos ou em estabelecimentos pagos com seus próprios recursos.

 

Na tarde de ontem (4), o governador Paulo Dantas informou em sua conta no Twitter que mais da metade das 102 cidades alagoanas está em situação de emergência. “Me reuni com os 56 municípios que entraram no Decreto de Emergência para falar sobre as ações prioritárias”, escreveu Dantas.

 

Parte dessas cidades decretou situação de emergência antes mesmo das chuvas dos últimos dias, pois o estado já tinha sido atingid0oa por fortes chuvas em maio e junho. Nesta segunda-feira (4), o governo federal, que já havia reconhecido a condição de emergência em 23 municípios anteriormente afetados, reconheceu os decretos de mais 15 localidades que, com isso, poderão pedir recursos federais para ações de socorro e assistência humanitária.

 

Os ministros do Desenvolvimento Regional, Daniel Ferreira, e da Cidadania, Ronaldo Bento, visitaram Alagoas nesta segunda-feira. Acompanhados de integrantes da Defesa Civil nacional, os ministros recomendaram atenção aos sinais de perigo, como alta do nível de rios; movimentações do solo encharcado e trincas ou estalos em paredes de imóveis e muros.

 

“As medidas de autoproteção têm que ser mantidas e as pessoas têm que estar alertas aos comunicados das autoridades locais”, disse Ferreira. “As fortes chuvas [dos últimos dias] arrefeceram, mas ainda há previsão de mais chuvas para as próximas horas. Todos os mananciais estão cheios e ainda há riscos tanto de deslizamentos, quanto de transbordamento de mananciais”, acrescentou o ministro.

 

De acordo com Ferreira, não faltarão recursos orçamentários para a Defesa Civil nacional auxiliar os municípios que pedirem ajuda. De acordo com o Ministério do Desenvolvimento Regional, só para Alagoas, já foram liberados neste ano R$ 20,4 milhões para investimentos em ações de resposta a desastres naturais.

 

Já o ministro da Cidadania, Ronaldo Bento, anunciou que o governo federal vai antecipar o pagamento do benefício de prestação continuada (BPC) a 112 mil famílias alagoanas.

 

Servidores do Ministério da Saúde e membros das Forças Armadas e da Polícia Rodoviária Federal (PRF) foram mobilizados para auxiliar os órgãos estaduais a prestar socorro e assistência humanitária às pessoas afetadas. Uma equipe técnica do Ministério da Cidadania, responsável pela coordenação do Sistema Único de Assistência Social, também foi enviada ao estado para ajudar na gestão de alojamentos provisórios para as famílias desabrigadas e na compra de insumos básicos.

 

 

AGÊNCIA BRASIL

Indicador Antecedente de Emprego medido pela FGV sobe 1 ponto

O Indicador Antecedente de Emprego (Iaemp), medido pela Fundação Getulio Vargas (FGV), teve alta de 1 ponto de maio para junho. Com isso, ele registrou a terceira alta consecutiva e atingiu 81,9 pontos, o maior nível desde novembro do ano passado (83 pontos).

 

Em médias móveis trimestrais, o Iaemp avançou 2,3 pontos e atingiu 80,8 pontos. O indicador busca antecipar tendências do mercado de trabalho nos próximos meses, com base em entrevistas realizadas com consumidores e com empresários da indústria e dos serviços.

 

Cinco dos sete componentes do Iaemp contribuíram para a alta, com destaque para tendência dos negócios da indústria. Pelo lado negativo, a principal contribuição veio do indicador de situação atual dos negócios de serviços.

 

 

AGÊNCIA BRASIL

Petrobras lança soluções inovadoras para empresas de tecnologia

Com investimento de até R$ 21,2 milhões, a Petrobras está lançando novas oportunidades de contratação de soluções inovadoras, voltadas para empresas de tecnologia e startups. Nesse ciclo, o módulo aquisição de soluções seleciona inovações nas áreas de robótica, tecnologias de inspeção e tecnologias digitais. As inscrições vão até o dia 31 deste mês, e as empresas podem receber até R$ 1,6 milhão por proposta para desenvolvimento e testes das soluções em ambientes produtivos.

 

Desde o lançamento, o Programa Petrobras Conexões para Inovação já abriga oito diferentes módulos: Parcerias Tecnológicas, Transferência de Tecnologias, Ignição, Encomendas Tecnológicas, Startups, Aquisição de Soluções, Open Lab e Residentes. Esses dois últimos são inéditos e foram lançados recentemente. Os módulos têm o objetivo de acelerar a inovação conectando a empresa com todo o ecossistema, desde startups e universidades até empresas, a partir de demandas mapeadas internamente pelas áreas corporativa e de negócios. A Petrobras tem, atualmente, uma carteira contratada de de mais de R$ 3 bilhões, com mais de 150 parceiros tecnológicos, nas diversas modalidades de contratação e acordos de cooperação.

 

O processo inclui pré-avaliação por uma banca de especialistas, seguida de uma fase técnica para aprimoramento do plano de trabalho, modelo de negócios e preparação para que as empresas apresentem propostas a uma banca formada por gestores e especialistas da Petrobras.

 

A primeira seleção nesse modelo foi lançada em 2021. Entre as empresas selecionadas pela Petrobras, sete já foram contratadas, por meio dos contratos públicos para soluções inovadoras, instrumento que traz agilidade aos processos de contratação e teve regras incorporadas ao Regulamento de Licitações e Contratações da Petrobras.

Os contratos terão vigência de até 12 meses, prorrogáveis por mais 12, para validação das soluções tecnológicas. Após o contrato de inovação, a solução com melhor desempenho e que demonstrar agregação de valor para o negócio da Petrobras pode ser contratada por um período de dois anos, prorrogáveis por mais dois, para fornecimento em escala.

 

Por trazer esta nova dinâmica, o módulo aquisição de soluções substituiu o anterior, conhecido como teste de soluções. Outra novidade é o lançamento de conjuntos menores de desafios, periodicamente, aumentando a frequência de interação com o ecossistema de inovação.

 

As oportunidades podem ser conhecidas aqui.

 

 

AGÊNCIA BRASIL

Missão de Observação Eleitoral: termina hoje prazo de credenciamento no TSE

Termina nesta terça-feira (5) o prazo para entidades, organizações da sociedade civil e instituições de ensino superior, públicas ou privadas, nacionais se credenciarem no Tribunal Superior Eleitoral (TSE), para integrar a Missão de Observação Eleitoral das eleições gerais deste ano. O edital de chamamento público, com as informações sobre o credenciamento, foi publicado em abril.

Para o credenciamento é necessário o preenchimento de um formulário e o devido protocolo digital no Sistema Eletrônico de Informação do TSE (SEI protocolo digital). As atividades poderão ser desempenhadas até o dia 19 de dezembro, data estabelecida pelo calendário eleitoral para a diplomação das pessoas eleitas em outubro.

De acordo com o Tribunal, os interessados têm de estar legalmente constituídos há pelo menos um ano antes da data das eleições e devem comprovar experiência, estrutura e capacidade técnica necessária aos trabalhos de observação eleitoral.

Segundo o TSE, as Missões de Observações “têm por finalidade contribuir para o aperfeiçoamento do processo eleitoral, ampliar a transparência e a integridade, bem como fortalecer a confiança pública nas eleições, tendo como objetivos observar o cumprimento das normas nacionais; colaborar para o controle social nas diferentes etapas do processo; e verificar a imparcialidade e a efetividade da organização, direção, supervisão, administração e execução das diversas fases do pleito”.

Elas foram regulamentadas pela Resolução TSE nº 23.678/2021. No caso das nacionais, as missões “abrangem o procedimento sistemático de acompanhamento e de avaliação das eleições, realizado de forma independente por entidades, organizações da sociedade civil ou instituições de ensino superior nacionais devidamente credenciadas pelo Tribunal.

 

O TSE está habituado a receber missões estrangeiras, compostas por membros de organismos e instituições internacionais, que vêm ao país para acompanhar as fases finais do processo de preparação das eleições e os dias de votação e totalização dos resultados. Em 2022, esse trabalho também poderá ser feito por brasileiros depois de um projeto-piloto, realizado nas eleições municipais de 2020, com a participação da Transparência Eleitoral Brasil.

 

A iniciativa tem por objetivo dar ainda mais publicidade ao processo eleitoral brasileiro, alinhada às melhores práticas internacionais, conforme uma das recomendações feitas pela Organização dos Estados Americanos (OEA) ao TSE, em 2018. A intenção é demonstrar, além de irrestrita transparência, a lisura, a segurança e a integridade do sistema eletrônico de votação brasileiro.

 

*Com informações do TSE

 

AGÊNCIA BRASIL

Construção de piscinão para evitar o assoreamento dos lagos do Parque dos Poderes já está em andamento

Já está em andamento nos altos da Avenida Mato Grosso, a construção de um piscinão com capacidade para reter 34,8 milhões de litros de água. A bacia de retenção vai receber a enxurrada captada pelo sistema de drenagem existente em bairros próximos, que juntos têm um território de 123 hectares. A obra foi planejada para regular o fluxo de águas pluviais que vão em direção aos lagos do Parque das Nações Indígenas e assim evitar o assoreamento dos espelhos d’água. Serão retirados mais de 57.170.93 metros cúbicos, material suficiente para encher 7,146 caminhões, de 8m3. A estrutura terá capacidade para receber 18.480 litros por segundo e liberar 11.280 litros.

Segundo o secretário municipal de Infraestrutura e Serviços Públicos, Rudi Fiorese, como se trata da nascente do Córrego Reveillon, com características de brejo, a estrutura desta bacia de retenção é diferente das construídas em outras regiões. Ao invés de aterro e compactação, com cobertura de grama, este piscinão terá as margens revestidas de gabião com muros de contenção de até 4 metros de altura. “Esta nascente recebe um grande volume de água captada pela drenagem construída nos bairros situados no entorno do Parque dos Poderes, Vila Nascente, Jardim Veraneio e Danúbio Azul. Junto com a enxurrada vem muita areia o que acaba contribuindo para o assoreamento dos lagos do Parque da Nações. A bacia vai reter estes sedimentos, mas será preciso uma manutenção permanente para retirada deste material para assorear o próprio piscinão”, explica o secretário.

Há três anos, como medida preventiva, a prefeitura de Campo Grande em parceria com o Governo do Estado, retirou 105 mil metros de cúbicos de areia dos lagos do Parque das Nações, operação que mobilizou 8 retroescavadeiras, mais 11 mil viagens de caminhões, além de 50 trabalhadores. Do lago principal, que se espalha por 5 hectares, foram retirados aproximadamente 110 mil metros de cúbicos de areia em quase 10 mil viagens de caminhão.

Do lago menor foram retirados 15.474 metros cúbicos de areia, exigindo 1.500 viagens de caminhão. Da nascente do Reveillon foram retirados 4 mil metros cúbicos.

Esta bacia de retenção, mais as obras que o Governo do Estado executou no Córrego Joaquim Português, outro afluente do Prosa que também desemboca no Parque das Nações, são estratégicas para manterem os dois lagos, que além de serem uma referência para o lazer contemplativo, têm um papel importante no controle de enchentes nos córregos Sóter e Prosa. Os dois lagos, têm capacidade para armazenar 65 mil metros cúbicos de água, o equivalente a quase duas a capacidade deste piscinão em construção nos altos da Avenida Mato Grosso.

Sefaz-MS realiza leilão on-line com quase mil lotes de produtos

O Governo do Estado, por meio da Secretaria Estadual de Fazenda (Sefaz-MS), está com leilão 100% on-line aberto para lances. São ao todo 948 lotes de produtos. Podem participar pessoas físicas e jurídicas. Para tanto, os interessados devem ter cadastro e acessar o site da leiloeira Regina Aude Leilões ( www.reginaaudeleiloes.com.br )

Conforme o Secretário Estadual de Fazenda, Luiz Renato Adler, os produtos e bens ofertados são aqueles apreendidos e que estão há mais de 60 dias sem ser reclamados por seus proprietários. Os lances podem ser ofertados apenas na modalidade online.

“Os produtos leiloados são objetos de ações fiscais em que a pessoa teria a obrigação, mas desiste do pagamento. Com isso a mercadoria é recolhida para assegurar o pagamento do tributo. Toda a receita auferida é revertida para os cofres públicos e utilizada no cumprimento das políticas públicas de Governo como Saúde, Educação e Segurança Pública”, explica.

O primeiro leilão será no dia 19 de julho, para os lotes 001 a 480 e dia 20 de julho para os lotes 481 a 948, a partir das 09h (horário MS). Para os bens não vendidos, haverá o segundo leilão no dia 28 de julho, a partir das 09h, com o mesmo valor inicial. Para os lotes com concorrência, haverá prorrogação até o arremate.

Os interessados podem conferir os produtos no site, por meio de fotografias, ou em visitação presencial nos dias 13, 14 e 15 de julho, das 08h às 11hh30 e das 12h30 às 16h (horário de Mato Grosso do Sul), no prédio da Cofimt, que fica na rua Delegado José Alfredo Hardman, s/n, Blovo VI, Parque dos Poderes (próximo ao TRE), Campo Grande-MS. Mais informações podem ser solicitadas pelo telefone (67) 3318-6453.

A Sefaz informa que a visitação dos lotes é proibida no dia do Leilão. O fisco estadual alerta que a falta de pagamento do valor da arrematação e demais despesas no prazo indicado no edital, estará sujeito a penalidades (multa, suspensão, declaração de inidoneidade, perda do direito em adjudicar), além de responder por crime de frustrar ou fraudar o processo licitatório, conforme art. 90, da Lei 8.666/93.

Com vagas para motoristas e mecânicos, Funtrab oferta 1.078 vagas

A Fundação de Trabalho de Mato Grosso do Sul (Funtrab) oferta 1.078 vagas de trabalho em Campo Grande nesta terça-feira (5). Há chances para todos os setores, do comércio a serviços, com destaque para motoristas e mecânicos, de automóveis, ônibus, máquinas pesadas e até ar-condicionado.

Todas as vagas do dia oferecidas pela Fundação podem ser conferidas neste link: www.funtrab.ms.gov.br/vagas-campo-grande.

As oportunidades são atualizadas diariamente pela Funtrab.

Interessados nas oportunidades podem acessar o aplicativo “MS Contrata+” pelo celular e agendar atendimento. Posteriormente, devem se cadastrar na Funtrab com RG, CPF e Carteira de Trabalho e comparecer à sede da Fundação na data e hora marcadas.

Senai está com 2,4 mil vagas abertas para cursos técnicos em 12 cidades

Para capacitar e suprir a falta de mão de obra na indústria, o Senai está com 2.475 vagas abertas para 20 cursos técnicos, nas modalidades presencial e a distância. As formações serão oferecidas nos seguintes municípios: Aparecida do Taboado, Campo Grande, Corumbá, Dourados, Maracaju, Naviraí, Nova Andradina, Rio Verde, São Gabriel do Oeste, Sidrolândia, Sonora e Três Lagoas.

De acordo com o diretor-regional do Senai, Rodolpho Caesar Mangialardo, o preenchimento das vagas é essencial para geração de empregos e fortalecimento da indústria. “As empresas estão com vagas sobrando e dificuldade de contratar. A qualificação é essencial para gerar mão de obra, além de ser uma oportunidade de garantir postos no mercado de trabalho antes mesmo de concluir os cursos técnicos”, destacou.

 

Do total de vagas oferecidas, 1.630 são na modalidade presencial. Os cursos ofertados são técnico em química, técnico em administração, técnico em eletrotécnica, técnico em automação industrial, técnico em manutenção automotiva, técnico em mecânica, técnico em vestuário, técnico em refrigeração e climatização, técnico em recursos humanos, técnico em qualidade e técnico em edificações.

 

Serão disponibilizadas ainda presencialmente nas unidades do Senai os cursos de técnico em manutenção e suporte em informática, técnico em eletromecânica, técnico em segurança do trabalho, técnico em móveis, técnico de planejamento e controle de construção, técnico em açúcar e álcool, técnico em planejamento e controle de produção, técnico em celulose e papel e técnico em florestas.

Na modalidade EAD, são 845 vagas. As inscrições estão abertas para os cursos de técnico em automação industrial, técnico de manutenção automotiva, técnico em refrigeração e climatização, técnico em administração, técnico em segurança do trabalho, técnico em eletrotécnica, técnico em química, técnico em edificação, técnico em eletrotécnica, técnico em alimentos, técnico em edificação, técnico em mecânica e técnico em celulose e papel.

 

Matrículas

 

A educação profissional técnica de nível médio é destinada a alunos matriculados ou egressos do Ensino Médio, que devem comprovar a escolaridade ou vínculo com instituição de ensino, e as matrículas podem ser feitas pelo link https://sistemafiems.ms.senai.br/matriculas-2022 ou nas secretarias das unidades operacionais do Senai até 29 de julho, com início das aulas previsto para agosto.

 

Em São Gabriel do Oeste, as matrículas também podem ser feitas nas secretarias do Senai de Campo Grande e de Rio Verde e as aulas serão ministradas no Cequap (Centro de Qualificação Profissional), localizado na Rua Bahia, nº 2.961, Jardim Primavera.

 

Os documentos necessários na hora da matrícula são: foto 3×4 recente, carteira de identidade ou CNH (original e cópia), CPF ou declaração da Receita Federal (original e cópia), histórico escolar do Ensino Médio ou documento comprovando que o interessado está cursando a etapa de ensino tida como requisito (original e cópia) e comprovante de residência atualizado.

 

Somente terá a matrícula confirmada o candidato que tiver concluído ou comprovar estar regularmente matriculado no Ensino Médio e realizar o pagamento da primeira parcela do curso no período de três dias úteis posterior a data de matrícula. O pagamento da mensalidade poderá ser efetuado no setor financeiro das unidades operacionais do Senai por meio de cartão de crédito ou débito ou em instituição bancária por meio de boleto bancário.