Busca pelo corpo de garoto morto durante estupro continuará nesta segunda

ZeroUmInforma/Cidades –  A busca pelo corpo do garoto Kauan Andrade Sores, 9 anos, morto por asfixia durante estupro por um pedófilo, terá continuidade nesta segunda-feira no Rio Anhanduí, em Campo Grande. Um homem de 38 anos foi preso (a identidade é mantida sob sigilo para não atrapalhar as investigações) acusado de praticar o crime e encontra-se apreendido um adolescente que também estaria envolvido no assassinato.

 

O delegado Paulo Sérgio Laureto (foto) apura o caso. Segundo ele, na casa do suspeito – na Coophavila- foram encontrados materiais pornográficos. O homem preso é acusado de ter pratico estupro de ao menos dois outros adolescentes.

 

Kaun desapareceu de sua casa há mais de 20 dias e seus familiares passaram a procurá-lo, sem sucesso.

 

Com a apreensão do menor na sexta-feira, o caso começou a ser esclarecido. O menor disse à polícia que teria levado Kauan à casa do pedófilo onde este abusou do garoto.

 

Kauan reagiu e o pedófilo teria mandado o adolescente segurar os braças da vítima enquanto ele tapava a boca do garoto que, em dado momento, ficou inerte e o sangue começou a sair de sua boca;

 

Ao constatar que Kauan estava morto, o homem e o adolescente colocaram o corpo em um saco plástico e o jogaram no Rio Anhanduí.

 

 

 

Foto: Bruno Henrique/Correio do Estado

 

POLÍTICA