Caravana da Saúde: com 110 cirurgias, “Opera MS” já é uma realidade no hospital da SIAS em Fátima do Sul

O projeto “Opera MS” já é uma realidade no hospital da SIAS (Sociedade Integrada de Assistência Social), de Fátima do Sul, com 110 procedimentos já computados no sábado (4) nas várias especialidades assumidas.

Juntamente com o “Examina MS”, o projeto foi lançado na última quinta-feira (2) pelo governador Reinaldo Azambuja em Campo Grande, como parte do Programa “Caravana da Saúde”.

O secretário estadual de Saúde Geraldo Resende, que oficializou o início dos dois projetos em Fátima do Sul, afirmou que a iniciativa tem como objetivo reduzir, o máximo possível, a fila de espera existente em todos os municípios do Estado, para os mais diversos tipos de procedimentos cirúrgicos e de exames.

“A pandemia obrigou os hospitais a suspenderem diversos tipos de cirurgias e exames e passarem a atender, quase que exclusivamente, os pacientes de Covid-19. No entanto, com o sucesso da vacinação em nosso Estado e a diminuição dos casos dessa doença, podemos retomar a Caravana da Saúde nessa nova formatação, para reconstruirmos a meta inicial, que é a regionalização da Saúde, para a qual temos o aval e total apoio do governador Reinaldo Azambuja”, salientou o secretário.

Inédito no interior

 

Por meio de contrato com o governo do Estado na nova Caravana da Saúde, o Hospital da SIAS está apto a realizar os seguintes procedimentos: cirurgia de vesícula por vídeo, hérnias, cirurgias de remoção de útero, cirurgias de varizes, urológicas e oftalmológicas

Além destes, o destaque é para as cirurgias de retina, um procedimento inédito para o interior de Mato Grosso do Sul, uma vez que o mesmo era realizado apenas na capital do Estado.

“Graças ao governo do Estado, hoje a SIAS escreve mais um capítulo de sua história e torna-se o primeiro hospital do interior, a realizar cirurgia de retina”, comemora a diretora-administrativa da unidade, Rosa Conceição da Costa.

O compromisso da instituição é realizar, no período de vigência do contrato, 2.412 procedimentos, sendo 201 procedimentos cirúrgicos ao mês, contemplando todos os municípios do Estado, por meio do Sistema de Regulação Estadual (CORE).

No ato de lançamento oficial da Caravana da Saúde em Fátima do Sul, o secretário Geraldo Resende foi recepcionado também pelo presidente do Conselho Deliberativo do Hospital, Adair Luiz Antoniete e demais conselheiros, pela diretora-administrativa Rosa Conceição da Costa, acompanhado da prefeita anfitriã, Hilda Machado e dos prefeitos Boquinha (Angélica); Valdir Sartor (Deodápolis); Aldenir Barbosa do Nascimento, o Guga (Novo Horizonte do Sul); e  Marquinhos do Dedé (Vicentina), além do deputado estadual Londres Machados, secretários municipais de saúde, vereadores, diretores do Hospital da SIAS, entre outras lideranças.

“Agradecemos ao secretário de Estado de Saúde, Geraldo Resende, que juntamente com o governador do Estado, Reinaldo Azambuja, lançam este projeto, que permite atender tantas pessoas que aguardavam há anos pelos procedimentos cirúrgicos, e também aos profissionais de saúde que diante deste grande projeto, poderão se manter no mercado de trabalho e usufruir das estruturas que por conta da pandemia foram disponibilizadas para atender pacientes com Covid, mas que agora os leitos já estão sendo ocupados por pacientes cirúrgicos”, finalizou Rosa Conceição.

POLÍTICA