PMA prende reincidente por comercializar pescado capturado na Piracema

Policiais Militares Ambientais (PMA) de Corumbá prenderam, ontem (9), homem por comércio de pescado produto de ação predatória. Ele transportava 36 kg de pescado, que estavam em uma caixa de isopor em um carrinho de mão, na área urbana da cidade.

 

O pescado, o carrinho e o isopor foram apreendidos.

 

O infrator, residente em Ladário, comercializava o pescado que fora capturado durante a Piracema e ainda havia exemplares fora da medida permitida pela legislação. O acusado, que já fora preso outras vezes por pesca predatória, recebeu voz de prisão e foi conduzido à Delegacia de Polícia Civil de Corumbá, onde foi autuado em flagrante pelo crime ambiental. A pena para este crime é de um a três anos de detenção.

 

O pescador também foi autuado e multado em R$ 2.120,000. O pescado será doado para instituição filantrópica, depois de ser periciado.

POLÍTICA